Mitos e Verdades Sobre Depilação a Laser

 

A depilação a laser é o método mais seguro e eficiente para a remoção de pelos que existe. É um procedimento simples, rápido, com baixíssima geração de lixo. Em 10 sessões em cada área os pelos indesejados são removidos, e os pelos atingidos pelo laser não voltam mais a crescer. O laser também é mais econômico, pois substitui anos e anos de compra de lâminas de barbear e de sessões de depilação com cera. Menos dor, menos lixo, menos tempo gasto com depilação. E o resultado desejado!

Embora simples, ainda existem alguns pontos que confundem que tem vontade de fazer laser e se livrar dos pelos! Levantamos alguns mitos e verdade sobre depilação a laser, para ajudar a esclarecer suas dúvidas sobre essa solução permanente para os pelos indesejados.

Depilação a laser dói? 

Algumas pessoas podem sentir desconforto durante a aplicação do laser, como sensação de ardência. A intensidade desse desconforto varia de pessoa a pessoa, pois é um assunto muito individual. Ciclo menstrual, estresse ou muita sensibilidade na pele podem influenciar nessa sensação. 

Para diminuir um possível incômodo, na Espaçolaser utilizamos uma tecnologia (Laser Alexandrite) que antes do laser dispara um jato de gás criogênio, que resfria a pele e ajuda a diminuir a sensação de dor que algumas pessoas possam sentir. Além disso, a pessoa que já está acostumada com depilação a cera não deve sentir maiores incômodos com o laser.

O pelo precisa crescer entre as sessões

Parcialmente verdade. Para que possa ser atingido pelo laser, o pelo precisa estar visível, ou seja, com uma pontinha para fora da pele. Por isso durante o tratamento não recomendamos o uso de pinças, cera ou aparelhos que puxem o pelo pela raiz. Durante sua avaliação, a fisioterapeuta da Espaçolaser orienta sobre o preparo para que você compareça à sua sessão com os pelos no tamanho certinho para serem eliminados pelo laser Alexandrite.

O pelo volta a crescer com o tempo

Mito. O pelo removido pelo laser não volta a crescer. Em alguns casos, o que pode acontecer é nascerem novos pelos em algumas áreas do corpo, mais influenciadas por fatores hormonais. O fato é que somos capazes de produzir pelos novos para o resto da vida, porque somos portadores de milhões de folículos pilosos na área do rosto, que podem ser ativados, ou não, ao longo dos anos.

Toda depilação que usa luz é laser?

Mito. Algumas depilações, como a da Espaçolaser, usam de fato o laser. Porém alguns métodos que dizem ser laser na verdade usam a luz pulsada, que é outro método depilatório e essa luz não traz o mesmo resultado que o laser. Somente o laser atinge realmente o pelo até a raiz, eliminando-o definitivamente.

Não dá para fazer depilação a laser no verão

Mito. A depilação a laser pode ser feita durante todo o ano. O cuidado que você precisa tomar é não estar com a pele bronzeada no momento da aplicação do laser. Também, recomenda-se esperar 15 dias após o tratamento do laser para tomar sol na área depilada. E sempre utilizar protetor solar em todo o corpo, inclusive nas áreas onde se aplicou o laser. Outro cuidado importante, válido para o ano todo, é manter a pele bem hidratada.

Pelos loiros ou claros não são removidos pelo laser

Parcialmente verdade. O laser trabalha sendo atraído pela melanina, substância em nosso organismo responsável pela pigmentação dos pelos e da pele. Pelos muito claros ou brancos, ou seja, com baixa incidência de melanina, não são encontrados pelo laser. Mas existe uma escala de fototipos de pele e pelos que usamos para avaliar se o pelo pode ou não ser removido pelo laser. Por isso, é importante passar por uma avaliação com nossa equipe técnica.

Áreas com tatuagens não podem ser depiladas a laser

Verdade. Como o laser é atraído pelo pigmento (pela cor), a tatuagem pode confundir o laser e a pele tatuada pode ser queimada no lugar do pelo que se quer remover. O ideal é depilar a pele com laser antes e só depois fazer a tatuagem, inclusive para o laser não danificar seu desenho. E se você já tem tatuagem, para sua segurança o laser só poderá ser aplicado em volta dela, nunca em cima.

Pessoas com pele negra não podem fazer depilação a laser

Mito. Para aplicar o laser é analisado o fototipo da pessoa e tipo do pelo (se fino ou grosso, por exemplo). O laser busca a melanina constante no pelo para atingir sua raiz e assim cauterizá-la. Peles morenas e negras exigem mais cuidados na avaliação, por possuírem mais melanina, e nem todos os fototipos respondem bem ao laser Alexandrite. A boa notícia é que já existem lasers capazes de eliminar os pelos sem colocar em risco a segurança de clientes com pele negra. Por isso, na Espaçolaser já estamos avaliando mais tecnologias para ampliar o atendimento a pessoas com fototipos V e VI.

Deu pra ver que o laser é a melhor maneira de se livrar dos pelos de vez, não é? Mas, todas as vantagens e resultados positivos do laser só são alcançados se você fizer seu tratamento com profissionais devidamente treinados, com segurança e com a melhor tecnologia. Para mais informações, veja nesse link como funciona a depilação a laser.

Gostou de nossas dicas? Então venha para a Espaçolaser, a maior e mais indicada rede de depilação a laser do mundo! Converse com um de nossos consultores especialistas pelo nosso Chat e tire suas dúvidas sobre compras, forma de pagamento e o que mais você precisar sobre a Espaçolaser. É a primeira vez que fará depilação a laser? Clique aqui e experimente 3 sessões grátis nas axilas ou faixa de barba (válido para novos clientes).